Blog

Num momento em que os softwares que facilitam o contacto remoto entre as pessoas têm ganho maior aderência foi detetada uma vulnerabilidade no Zoom, software para videoconferências, que permite a um atacante roubar remotamente as credências de utilizador Windows e até mesmo executar código remotamente no sistema da vítima.