Blog

Num momento em que os softwares que facilitam o contacto remoto entre as pessoas têm ganho maior aderência foi detetada uma vulnerabilidade no Zoom, software para videoconferências, que permite a um atacante roubar remotamente as credências de utilizador Windows e até mesmo executar código remotamente no sistema da vítima.

A Microsoft lançou uma atualização de segurança extraordinária para resolver uma vulnerabilidade no Windows, os detalhes desta vulnerabilidade foram divulgados na passada terça-feira, como parte da habitual Patch Tuesday da Microsoft.

A National Security Agency (NSA) reforçou o que a Microsoft já tinha recomendado. Que administradores de sistemas Windows atualizem os seus sistemas para os proteger contra a vulnerabilidade BlueKeep.

A Microsoft lançou no passado dia 9 de abril de 2019 atualizações de segurança para os seus softwares. São 74 as vulnerabilidades, entre as quais 13 estão classificadas como críticas e as restantes 61 como importantes.

O PuTTY, popular cliente de SSH, lançou uma nova versão no passado dia 16 de março. Esta inclui resolução para 8 vulnerabilidades de alta gravidade.

Dia 12 de Março de 2019 a Microsoft lançou, numa das suas famosas Patch Tuesday, atualizações de software para corrigir 64 vulnerabilidades nos sistemas operativos Windows e outros produtos.

São 17 vulnerabilidades críticas, 45 importantes, 1 moderada e 1 de baixa gravidade. Duas das vulnerabilidades estavam sobre ataque.