Blog

Depois de Facebook e Twitter a Google anuncia agora também ter guardado, acidentalmente, passwords de utilizadores em plain text.

Resultando em qualquer colaborador da empresa, com acesso aos servidores, ter acesso a estas passwords.

O departamento de Segurança Nacional dos E.U.A está a avisar os utilizadores que existem duas vulnerabilidades nestes desfribiladores que podem levar a um atacante a aceder e alterar o dispositivo remotamente, colocando as vidas de milhões de pacientes em risco.