Hackers estão a penetrar silenciosamente nas organizações de venda online

Hackers estão a penetrar silenciosamente nas organizações de venda online

A epidemia do COVID-19 causou uma mudança repentina nas compras online. Isso fez com que os invasores tentem regularmente invadir a infraestrutura dessas organizações.

Alguns invasores foram observados a usar técnicas agudas para infiltrarem-se nas camadas de defesa usuais das lojas online.

  • Recentemente, Brendon Gyermekáruház Kft, uma loja de roupas para bebês na Hungria foi afetada por um ataque cibernético.
  • Durante o ataque, os hackers usaram um software semelhante ao Zeppelin, que também penetrou a firewall e o sistema de antivírus.
  • Devido ao ataque, compras online e contas de utilizadores ficaram inacessíveis, o que levanta questões sobre a segurança das redes amplamente expostas de empresas de venda online.

Mantenha-se seguro

O uso de táticas de ataque contra as camadas de segurança existentes aprofundou ainda mais os riscos já enfrentados pelas organizações de venda online. As organizações são recomendadas a manter a infraestrutura, incluindo o ambiente de POS e sistemas voltados para o cliente, corrigidos com todas as atualizações mais recentes. Além disso, os especialistas recomendam o uso de proteção robusta contra e-mails de spam e ataques de phishing.

Para mais informações podem consultar: Hackers estão a penetrar silenciosamente nas organizações de venda online


A WeSecure assegura diversos serviços nas áreas de cibersegurança, cibercrime, privacidade dos dados (RGPD) e análise forense, através de recursos especilizados e com experiência na área. Para mais informações contacte-nos.

info wesecure

Previous Post Next Post