Extensão do Firefox permitiu que hackers tenham acesso a contas do Gmail

Extensão do Firefox permitiu que hackers tenham acesso a contas do Gmail

Várias organizações foram alvos de um ataque cibernético por um grupo de hackers apoiado pelo estado, utilizando uma extensão do Firefox projetada para ter acesso não autorizado a contas do Gmail e atacar as vítimas com malware.

Os ataques foram coordenados pelo grupo TA413 da APT ligado à China e começaram em janeiro e continuaram ao longo do mês de fevereiro, de acordo com um relatório da Proofpoint.

Os hackers do Estado chinês também infectaram as vítimas com a estrutura de reconhecimento de malware Scanbox, que lhes permitiu guardar informação dos alvos.

"Scanbox foi usado em várias campanhas desde 2014 para atingir a diáspora tibetana junto com outras minorias étnicas, muitas vezes visadas por grupos alinhados com os interesses do Estado chinês", disse Proofpoint.

"A ferramenta é capaz de perseguir as vitimas em sites específicos, realizar keylogging e coletar informação do utilizador que podem ser aproveitados em futuras tentativas de invasão."

Para mais informações podem consultar: Extensão do Firefox permitiu que hackers tenham acesso a contas do Gmail

A WeSecure assegura diversos serviços nas áreas de cibersegurança, cibercrime, privacidade dos dados (RGPD) e análise forense, através de recursos especilizados e com experiência na área. Para mais informações contacte-nos.

info wesecure

Previous Post Next Post