Blog

Os ataques de comprometimento de e-mail comercial (BEC) continuaram a crescer no terceiro trimestre de 2020, aumentando 15% em geral em comparação com o segundo trimestre, de acordo com o Relatório Trimestral BEC da Abnormal Security.

Desde que o teletrabalho se converteu numa rotina diária para muitos portugueses, a preocupação das empresas com a cibersegurança dos seus colaboradores e redes corporativas tem vindo a aumentar. Ao desempenhar o seu trabalho de forma remota, os colaboradores precisam, de certa forma, de actuar como sendo os seus próprios departamentos de TI, uma vez que não têm consigo um colega do departamento informático que os possa aconselhar no momento sobre o que fazer ou não fazer perante quaisquer possíveis incidentes ou situações suspeitas.

A pandemia trouxe um aumento do número de incidentes de cibersegurança. O Centro Nacional de Cibersegurança destaca o aumento dos ciberataques, “os quais aproveitaram o período de confinamento para estratégias oportunistas, tornando as organizações e os indivíduos alvos mais prováveis” .

Em 2020, até Agosto, o sistema infectado por malware representou 16% do total de incidentes, por tipo, registados pelo CERT.PT. O segundo mais frequente, depois do phishing, com 36%. Estes são alguns dos dados divulgados pelo Observatório de Cibersegurança, do Centro Nacional de Cibersegurança.